Oi pessoal!

Essa semana compartilho um texto sobre o projeto Desaprender, parte das ações da Uncollege e do qual faço parte como mentora.

Esse projeto é uma ação/reflexão sobre modelos informais de aprendizagem. Processos abertos, colaborativos, auto gestados e criativos. Desaprender subentende esvaziar para re-preencher. Começar de novo, rever. E o mais legal é que esse processo acontece em grupo.

Eu pessoalmente passei os dois processos de aprendizagem na minha vida: o da educaçao formal, bem tradicional na música clássica, e uma formação familiar em paralelo, que eu nem imaginava que seria A determinante nas escolhas como profissional da educação e musicista. Há alguns anos faço parte de programas de mentoria e home schooling nos Estados Unidos e tenho ficado impressionada com os resultados. E agora eis que tudo isso chegou ao Brasil e está super bem amparado por pessoas incríveis e muito bem acessível.

Se você acha que isso é novo, destaco os casos da história que acho mais legais: são dos músicos auto didatas que já vimos no mundo e no Brasil, os adolescentes que inventam negócios ainda jovens, e a bela história de Einstein. 

Leia mais sobre esse projeto e esse conceito aqui:

https://medium.com/@educforadacaixa/desescolarizar-para-aprender-dd0a89e4ebb8#.dzhh1aez9

Eu realmente acredito na necessidade de transcendermos a sala de aula e no horário exato para aprendizagem. Especialmente para arte! Fico feliz de poder praticar isso dentro de uma universidade, que está conectada com esse movimento. Estou bem vendo isso virar meu tema de doutorado…

E a segunda novidade é a estreia da minha coluna “você conhece?” no Www.pauliceiadojazz.com.br onde vou apresentar novos talentos no mundo da música. Imperdível!

Segue lá, segue aqui, e vamos nessa!